domingo, 7 de junho de 2009

Filosofias de Banheiro


“O mel da sua boca é o própolis da minha gripe”

“Antes eu era convencido… agora sou perfeito !”

“Cada ovo quebrado, é um pinto julgado.”

"Sonhei com um mundo fresco.
sonhei que nadava num mar,
num mar de chocolate.
Até que uma hora eu acordei
e acordei todo cagado”

“Eu sou ninguém
Ninguém é perfeito
portanto, eu sou perfeito”

“Coisas que você nunca viu, mas existe:
-Enterro de anão
-Cabeça de bacalhau;
-Japonês loiro;
-Acasalamento de pombos;
-Desenho japonês com olho pequeno;
-Peixe dormindo.”

“Quem caga faz coco”

“Ninguém possui a verdade apenas opiniões”

“A vida nas grandes cidades está cada vez mais desumana. Os mudos já não se falam, os cegos nem se olham, e os manetas não se cumprimentam mais!”

“Coitado do espermatozóide… Mora num ovo, o prédio é um saco, o vizinho de trás fede pra caramba, o vizinho de cima é um pentelho, e o síndico, quando tá duro, põe ele pra fora!”

“Nunca diga “Eu não posso”; diga “Nós não podemos”"

“Nunca teste a profundidade de um rio com ambos os pés”

“O Brasil está em nossas mãos… E não adianta lavar!!”

“O cigarro disse ao fumante: Hoje você me acende, amanhã eu te apago”

“O importante é o que importa, não importa como.”

“O mundo precisa de mais gênios humildes! Hoje em dia somos poucos..”

“Onde quer que você esteja, você sempre estará lá!”

“Onde vamos parar?! Até Papai Noel anda saindo com veados”

Já leu o Rei da Cocada Preta hoje?

5 comentários on "Filosofias de Banheiro"

A'ZaF on 7 de junho de 2009 18:41 disse...

mijei de rir

bicho a do noel foi super tensa kkkkkkkkkk

Uma tosca: Se não der certo, vai dar errado.

Me contaram essa ¬¬

Diego Pereira disse...

Legal de mais.

Priscila on 8 de junho de 2009 19:40 disse...

Adoreiiiii

Anônimo disse...

acrescenta essa...
lah fora vc pode ser um homem. mas, aki,vc eh apenas um kagao.

Anônimo disse...

Se ruga fosse sinal de velhice, meu saco era pré-hitórico.
Se barba fosse sinal de respeito, bone não tinha chifre.
Quando estou no banheiro, sinto uma solidão profunta, a bosta bate na água e a água bate na bunda.

 

Ostra Louca Copyright 2009 - Designed by Ipiet Templates Image Edit by Jugs